segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

FIT Nutrition: excessos festivos... ou não!

A nossa Nutricionista de serviço deixa uma pequena rubrica sobre a época festiva e a alimentação/excessos alimentares.


"A época natalícia e do ano novo, tal como outras épocas festivas, é sem dúvida uma época associada a excessos alimentares que se podem refletir na balança…

A verdade é que existe de facto uma associação entre estas épocas festivas e um aumento de peso. Contudo, este aumento parece ser de forma bastante realista passível de ser perdido desde que haja obviamente uma mudança nos hábitos da pessoa.

Ainda assim é importante relembrar que existem por norma as pessoas encaram a época festiva de 2 formas:  aqueles que começam o natal a 1 dezembro (ou até mesmo em novembro) e não medem os excessos que cometem, e aqueles que tentam privar-se ao máximo de todos os alimentos e momentos de convívio que possam trazer para a mesa alimentos mais festivos e mais calóricos gerando um sentimento de culpa sempre que comem uma rabanada, uma taça de arroz doce,  uma filhós, umas batatas fritas ou um prato de bacalhau com natas.

Assim, no que toca a “Celebrar o mês inteiro”:
É certo que devemos aproveitar esta época de convívio e que traz consigo alguns jantares de natal, convívios entre amigo, colegas de trabalho e familiares. Mas não nos podemos esquecer que o dia de Natal é dia 25, a consoada é a 24 e a véspera de ano novo no dia 31, pelo que não deve começar o mês com a máxima de “perdido por cem perdido por mil” e “vamos celebrar de 1 dezembro ao dia de reis com comida”. Desfrute, da consoada, do dia de natal e da véspera de ano novo junto dos seus, e sem peso na consciência, mas entre jantares de natal e a celebração do natal opte por fazer uma alimentação equilibrada e consciente e mantenha os hábitos de atividade física regulares. Estas são as 2 regras de ouro para esta época do ano.

Alguns estudos demonstram também que um controlo regular no peso (pesagem regular) ajuda a controlar o peso nesta época, de forma a prevenir o aumento ou um aumento tão acentuado. Assim, pode ponderar se esta será ou não uma boa estratégia para si. 

Adicionalmente, o controlo regular do peso, acompanhado de algumas estratégias alimentares e comportamentais parecem também prevenir o aumento de peso ou reduzir o aumento ponderal que muitas vezes acontece nesta época festiva.

Quanto a encarar esta época festiva com o objetivo de se privar de alimentos e momentos em família:
É comum nestes casos o sentimento de ansiedade, a pensar nas “tentações” que lhe chegam à mesa e quando “cedem à tentação” fica um sentimento de culpa presente na sua mente durante horas. Contudo lembre-se que os alimentos não são meros portadores de nutrientes mas também de sentimentos e recordações. O aumento do stress que se gera nestas situações tem, por vezes, repercussões mais negativas para si, para o controlo de apetite e para o controlo de peso do que o simples ato de se permitir a um momento de convívio num jantar de natal com amigos, onde reine o bom senso e o equilíbrio. Nestes casos poderá não ser tão vantajoso o controlo regular do seu peso, pois poderá trazer-lhe alguma ansiedade. Contudo pode investir na prática de atividade física e em estratégias alimentares para atenuar esta tendência de aumento de peso.

Lembre-se que se está num processo de perda de peso, deve ter presente que nesta altura não aumentar de peso é já uma vitória, e gerir as suas expetativas neste sentido.

Assim o importante é criar um equilíbrio nesta época natalícia, manter-se ativo, criar estratégias alimentares que possam também contrariar alguns excessos calóricos comuns nesta época, manter uma alimentação equilibrada entre jantares de natal, a celebração de natal e de ano novo. E não se esqueça de se permitir. Permitir-se ao convívio, permitir-se a ter prazer a comer sem sentimento de culpa.

Pois o natal são 2 dias por ano, uma tradição que junta a família à mesa. Desfrute desse momento!"


Nutricionista Joana Jesus, 3715N.


Sem comentários:

Publicar um comentário