quinta-feira, 18 de julho de 2019

FIT Lab - Testemunho Sónia Romba


"No dia 28 de setembro de 2018, tomei a decisão de voltar a treinar no FITSalvador, já tinha treinado no FITSalvador há alguns anos atrás, mas quando chegava a casa o meu filho mais novo tinha estado o tempo todo a chorar e a pedir a mãe, acabei por desistir.

Durante o ano de 2018 tive uma amiga a pedir-me para ir treinar com ela e um dia decidi que ia voltar. É claro que ela não acreditou! Lembro-me do 1ºtreino de não conseguir subir escadas, passar o fim de semana cheia de dores e a dizer que não voltava, mas decidi voltar apesar das dores e até hoje não consegui parar.

Desta vez foi diferente porque nunca se tratou de perder peso. Percebi que durante os treinos enfrento todos os meus medos, tudo o que não posso mudar, tudo o que me levou a ter uma depressão na adolescência.

Quem sofre de depressão sabe que o caminho mais fácil é desistir e ficar em casa, mas neste momento eu escolho o caminho mais difícil, o que me tira da minha zona de conforto, o que me faz sorrir em vez de chorar.

Os 45 minutos que passo a treinar são o meu “aqui e agora”, o meu momento, a minha terapia.
Na verdade, é que ainda oiço “Eu não vou conseguir”, mas no final de cada treino penso “para a próxima vai ser melhor”.

É esse o meu objetivo SUPERAR-ME EM TODOS OS TREINOS.

Já se passaram mais de 9 meses perdi cerca de 20 quilos, 11% de massa gorda.

Surpreendo-me todos os dias a nível físico, mas principalmente mental. Aprendi a pedir ajuda quando preciso, a tratar-me melhor e a ter hábitos mais saudáveis.

Tenho de agradecer a Isabel Miranda que não desistiu de mim, aos colegas, mas principalmente aos treinadores (eu sei que há dias que troco tudo). Sem vocês nada disto seria possível."


Sónia Romba


quinta-feira, 11 de julho de 2019

FIT Lab - Testemunho Bernardete Cambado


"Sempre pratiquei desporto.

Ginastica acrobatica, capoeira, running... antes de engravidar fazia ciclismo de estrada. Uma gravidez de risco associada às características da prática fizeram com que parasse pouco tempo depois de saber que estava grávida.

Resultado 22kg a mais durante a gestação!

Nunca tive tendência para engordar e ao contrário do que é a regra 15 dias depois do parto vestia a minha roupa. BRUTAL!

Sempre gostei de desportos ao ar livre e a paixão pelo ciclismo fazia-me querer voltar mas k síndrome do túnel de carpo herdadk na gravidez fazia com que um par de km fosse o suficiente para não aguentar com dores nos pulsos.

O tempo foi passando e o peso foi diminuído... 11kg no total a menos! As formas femininas foram-se, a massa muscular também e não tendo tendência para engordar fiquei um pau de "virar tripas"!
Em Março deste ano decidi que tinha que voltar ao desporto. Dado que não dava ciclismo que fosse outra coisa qualquer! Mas não me via enfiada num ginásio! Sempre fui de desporto, mas ao ar livre!
Encontrei o Fit Salvador, entre quatro paredes é certo, mas com características que me levavam a querer-me superar a cada treino!

Tendo facilidade em ganhar massa muscular (abençoada genética)  aliada ao esforço e motivação levaram a que os resultados fossem facilmente visiveis o que me motivava a continuar!

Ganhei peso (5kg), muito pouca massa gorda (0,1) e alguns centímetros (onde interessa)!

Cada corpo é um corpo, mas nao há nada que com determinação e a orientação certa não se consiga. 

OBRIGADA POR ISSO BONS MOÇOS!"

Bernardete Cambado 



sexta-feira, 5 de julho de 2019

FIT Lab - Testemunho Joana Braizinha



"Toda a vida pratiquei e fui viciada em desporto, não pela forma física, mas pela forma que me faz sentir e por ser um aliado no alívio do stress.
No entanto, estive 3 anos em que não pratiquei qualquer tipo de desporto nem fazia qualquer atividade física e o meu corpo começou a sentir isso. Além de ter perdido condição física emagreci imenso.

Comecei o meu percurso no FITSALVADOR no final de 2015 porque tanto física como psicologicamente necessitava de desporto. Na altura pesava cerca de 50kg.
Assim que levei a minha primeira "sova de HIRT" nunca mais quis outra coisa. Foi exatamente ao encontro do que precisava.

É um desporto que motiva, que nos leva ao limite e exige muito esforço físico, mas sem dúvida que os resultados são compensatórios.

Para além da forma física que consegui adquirir, do bem-estar que um treino me traz e principalmente da condição física que aumenta diariamente (Através da condição física que adquiri nos vosso treinos consegui entrar para a PSP).

Não podia estar mais contente com todos os resultados.
Atualmente peso 66kg (apesar de falhar muito as pesagens penso que o meu peso anda à volta disto) e tenho uma mente e corpo são. 

É um vício que não dispenso e que me permite ter condição física para o exercício da minha profissão! (Admito que poderia ter mais resultados em termos estéticos se treinasse menos e repousasse mais, mas já se tornou um hábito sem o qual não vivo).

Importa mencionar que consegui contagiar a minha mãe (começou a treinar este ano com 53 anos) e que já é uma adepta ferrenha da modalidade. Além de já ter conseguido perder algum peso tem vindo a adquirir hábitos saudáveis e ganhou imensa mobilidade que foi perdendo com o passar dos anos por não praticar qualquer tipo de actividade física. Quero também agradecer-vos por isso.

Resta-me agradecer a todos os trainees a motivação e preocupação que têm em procurar modos de treino diferentes e cada vez mais cativantes e, obviamente, pela boa disposição e paciência!"

Joana Braizinha