sexta-feira, 12 de junho de 2015

Caminhar não emagrece! Piora qualidade de vida e relações pessoais...

Hoje em dia qualquer clínico, ou até mesmo qualquer APP do nosso smartphone ligada a uma banda no peito, nos empurram a caminhar ou a correr mais e mais...

Efectivamente, caminhar é fantástico para a saúde e para o stress mas é nefasto para o FAT LOSS!

Simplesmente não é estímulo suficiente para um efeito metabólico que potencie as hormonas responsáveis pela metabolização das gorduras.

Quando caminhamos a maioria das calorias gastas (%) são gordura, mas como a intensidade é tão baixa o consumo total de calorias é baixo. 70% de quase nada é menos do que quase nada.

Para além disso, a partir do momento em que paremos de caminhar o metabolismo voltará a hibernar e deixamos de queimar calorias. Portanto, a não ser que tenham 4-5h por dia para andar 20.000 passos (ou mais), não vai funcionar.

Não seria bem melhor que o nosso organismo continuasse a queimar gordura nas 48h a seguir ao treino?

E em vez de 4-5h de caminhada aborrecida não seria melhor conseguir esse efeito em apenas 2h por semana?

Um estudo recente comparou as caminhadas com um treino metabólico tipo FITsalvador com um rácio on/off 2:1 (ex.: 30/15; 20/10; 60/30).

O grupo metabólico queimou mais 144% de gordura que o da caminhada (13,2% vs 5,4%), e reduziu o perímetro da cintura 9 (nove) vezes mais (5,3% vs 0,6%).

Pior... o grupo metabólico aumentou em 17% a sua capacidade de oxigenação máxima (vo2), enquanto que o grupo da caminhada reduziu em 1% essa capacidade de oxigenação...!?!

O vo2max mede indirectamente a capacidade de queimar gordura, quanto maior o número mais gordura queimamos em repouso. Assim, o grupo metabólico tornou-se mais eficiente a queimar gordura durante o dia, todos os dias.

Neste estudo mediram alguns parâmetros sobre a qualidade de vida e pasmem-se, o grupo da caminhada piorou em todos eles, a passo que o grupo metabólico melhorou em todos.

Última curiosidade: "The boxing group attended more sessions (79% vs. 55%) and had a lower attrition rate than the walking group"

Não só são mais assíduos ao treino como DISCUTEM MENOS!!

Não hibernem... INCINEREM!!!
EVIDENCE vs BULLSHIT


The feasibility and effectiveness of high-intensity boxing training versus moderate-intensity brisk walking in adults with abdominal obesity: a pilot study.

Sem comentários:

Publicar um comentário