quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Laboratório FITsalvador: a intensidade do aquecimento importa?

http://www.fitsalvador.com/p/fit-lab.htmlJá nos debruçámos sobre uma comparação semelhante aqui, quando quisemos saber se a hora do dia influenciava no desempenho do treino...

E de facto, observámos como excatamente o mesmo estímulo (tempos de pausa, carga, reps, séries, exercícios) obteve registos cardiovasculares diferentes: mais altos ao final da tarde e menores a meio do dia.

Apenas avançámos duas hipóteses na altura: motivação e sistema linfático (mais sobrecarregado ao final do dia), mas talvez tenhamos negligênciado outra variável que no último treino nos pôs a reflectir e a investigar: o aquecimento.



O Treino Metabolico consiste num treino de resistência muscular intenso, em Super Sets ou em circuito, que aumenta drasticamente a frequência cardíaca enquanto intervala com recuperações insuficientes, maximizando a metabolização de gorduras no pós treino, finalizando com treino intervalado [HIIT].

Estímulo após estímulo, agressão após agressão, apostamos numa metodologia que não permite que o organismo reajuste os seus stocks de Oxigénio.

Ou seja, é um treino onde predomina um défice de Oxigénio, molécula fundamental para todos os processos metabólicos que ocorrem nas células musculares.

Na falta de oxigénio (anaeróbio), o nosso (genial) organismo recorre a outros mecanismos para obter a energia necessário à contracção muscular, o problema são os metabolitos e "lixo orgânico" resultantes dessa alternativa que sobrecarregam ainda mais todos os processos inerentes à contração muscular... MAS ISSO É O TREINO METABÓLICO!!!

Um meio mais acidificado, mais adverso aos processos metabólicos... ideal para INCINERAR gorduras no pós-treino.

Voltando ao aquecimento...

Poderão os primeiros 5 minutos de treino criar precocemente esse défice ao ponto de influenciar a demanda de oxigénio o resto do treino??

Lançamos a hipótese com a promessa de a sustentar com alguma investigação, pois até agora não encontrámos nada significativo...

Apenas o que já é bem conhecido: o aquecimento é importante na prevenção de lesões e na melhoria do desempenho de determinada tarefa a desempenhar posteriormente... e na FAT LOSS?!?!?

Não hibernem... INCINEREM!!!
EVIDENCE vs BULLSHIT

PersonalTrainingConsultancy.com
Crowd-Trainer.com
 

1 comentário:

  1. 1-0 para aquecimento moderado

    Estes autores, citando um outro estudo, relatam que a concentração de ACETIL aumenta no aquecimento de alta intensidade comparando com um moderado...

    Isto leva-me a pensar que, sendo o ACETIL fundamental para a oxidação aeróbia (cliclo krebs), o mais vantajoso para a FAT LOSS será evitar o aumento da concentração do ACETIL, contribuindo assim para um inevitável treino anaeróbio... este sim mais vantajoso para a FAT LOSS

    ...
    still searching

    Effects of active, passive or no warm-up on metabolism and performance during highintensity exercise
    Susan Gray & Myra Nimmo
    Published online: 09 Dec 2010

    ResponderEliminar