quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Redução de Massa Gorda: Musculação potencia o Metabolismo [EPOC]

Perder peso é relativamente fácil: fechar a boca...

Emagrecer já não é assim tão simples!

As flutuações da balança derivam de diversos factores, principalmente da retenção de liquidos como se comprovou recentemente através de um estudo que desafiou os limites humanos (10kg em apenas 24horas).

Pondo os liquidos de parte, a principal fatia que contribui para redução do peso é massa muscular!

Portanto, o complemento da dieta deve ser sempre MUSCULAÇÃO e não o cardio "lentilongo".
A musculação é o único estímulo que promove o aumento ou, no mínimo, a manutenção da massa magra.


Ainda assim, um dos maiores benefícios do treino de força é o efeito pós-treino prolongado, ou seja, o consumo calórico não se resume ao treino mas prolonga-se durante várias horas para reparar os tecidos danificados.

E a grande vantagem é que essa reparação, como não estamos em actividade física, é à custa das gorduras!!!
Fica claro aqui também, para potenciar este efeito reparador através do substrato lipolítico, a importância do DESCANSO entre os treinos.

Essa dupla vantagem não se verifica no treino CARDIO, não só por ter um efeito pós treino quase nulo, como o próprio treino já é por si regenerativo... NON SENSE!!! CALÇADÃO NÃO!!!

Esse efeito pós-treino é conhecido nos meandros da Fisiologia do Exercício por EPOC - Excess Post-Exercise Oxygen Consumption, o consumo de oxigénio pós-treino.

É na verdade um tema algo controverso, e as conclusões variam consoante a literatura, principalmente por se utilizarem protocolos steady-state aeróbicos... Cardio Contínuo.

Segundo este estudo de 2002, os investigadores conseguiram provar que o EPOC pode ser prolongado por mais das 16horas já comprovadas laboratorialmente.

Elaboraram um protocolo de treino à semelhança do treino FITsalvador, que consistia em 4 circuitos e os exercícios executados até à exaustão.


A principal nota que os investigadores retiraram deste estudo é que o EPOC, seguido de um treino de força muito intenso, permanece significativamente elevado até 39h.

Ressalvam também a importância, em oposição a outros estudos que utilizaram treinos de força mais extensivos, da relação intensidade/duração do treino, apontando para efeitos claramente superiores para os treinos mais intensos e mais curtos.

Referem ainda que este tipo de treino potencia o metabolismo em 21,2% e 19,3% nas primeiras 24h e 48h, respectivamente.

O que corresponderá a uma aumento de cerca de 773kcal... SEM TREINAR!!!

Impressionante, o equivalente a quase dois treinos, mas sem mexer uma palha.

Enfim, a literatura nem é tão recente quanto isso...

Não insistam no treino longo e aborrecido no calçadão, apostem no treino de força!!

E não pensem que para terem estes efeitos necessitam de grandes investimentos: PESO DO CORPO!

Ficam alguns exemplos de treinos curtos, simples, intensos, baratos e eficazes:





Todos os nossos TPCs 30min ---> http://www.FITsalvador.com/search/label/TPC

Não hibernem... INCINEREM!!!
EVIDENCE vs BULLSHIT


Sem comentários:

Publicar um comentário