terça-feira, 6 de agosto de 2013

5 razões porque devem dizer NÃO ao cardio "lentilongo"

Aparentemente, muitas pessoas continuam a optar pelo exercício cardiovascular de longa duração, e de baixa intensidade…

Se procuram atingir máximos benefícios do tempo que despendem a treinar, então cardio “lentilongo” não é a solução, por várias razões.

Aqui vão 5

     1.      Gasto calórico mínimo – 45 minutos numa passadeira pode gastar, com sorte, 300kcal, o equivalente a 1/13 de 500g…  treinem 13 horas por semana que serão capazes de, talvez, perder 500g.
O que me leva ao ponto seguinte
   2.    Demasiado tempo despendido – quanto a vocês não sei, mas eu não tenho horas e horas do meu tempo para esbanjar em treinos durante a semana. Aliás, durante o ano passado limitei-me às nossas 2 sessões por semana, 45’ cada o que perfaz uns míseros 90’ dedicados ao exercício… Não necessitam mais do que  2 (DUAS) horas por semana para o exercício!!!

     3.     Tédio… - Sentado numa bicicleta olhando para uma parede durante 50-60 minutos? Nope…

     4.      Sem benefício metabólico prolongado – com o exercício de alta intensidade é possível continuar a queimar calorias até 48h após o treino. Cardio de longa duração e baixa intensidade não produz um aumento de metabolismo prolongado. Na verdade, com o cardio “lentilongo” o metabolismo volta ao patamar inicial quase imediatamente após o treino. (ver "Calçadão" - Exercício (IV))

     5.       Redução de Gordura residual – número mínimo de calorias queimadas durante o treino e virtualmente 0 (ZERO) calorias queimadas no pós-treino = residual, ou nenhuma redução de gordura. A única razão pela qual se continua utilizando o cardio é redução de gordura.

Então se o cardio “lentilongo” não é uma solução viável, qual é?

Exercício de Intensidade Elevada e de curta duração. Menos tempo, resultados mais rápidos!

Não esqueçam, “Intensidade Elevada” é relativo. Não importa se têm boa condição física ou 20kg a mais, é SEMPRE possível exercitar-se com intensidade.

Sem comentários:

Publicar um comentário