quinta-feira, 20 de Junho de 2013

Exercício e o Ciclo Menstrual [Vantagem Feminina]

Falar desta temática pode parecer pretensioso, tendo em conta que me falta algum (pouco) suporte empírico…
Mas vamos restringir-nos à fisiologia e em como usar este ciclo em benefício próprio, uma vez que não podemos fazer de conta que não existe… há sempre o copo meio cheio!

Porque não chamar-lhe vantagem feminina?
Todo este ciclo hormonal pode potenciar a tolerância à dor e recuperação muscular de um programa de treinos…

Como podemos observar na imagem, durante a menstruação, e na semana após, o organismo da mulher assemelha-se ao do homem. Pelo menos metabolicamente, visto que as hormonas femininas estrogénio e progesterona estão no seu nível mais baixo.

Os investigadores falam numa alteração subtil, mas suficiente para que se sintam mais enérgicas para o exercício.
Estes demonstraram ainda que, nesta fase, as mulheres recuperam mais rápido e evidenciam uma maior tolerância à dor, talvez porque o organismo não está preocupado em preparar-se para uma possível gravidez.

É uma fase certamente marcada pelo desconforto, mas o exercício pode efectivamente aliviar as cólicas e dores na zona lombar.
E também gasta calorias, um bónus no caso em que o chocolate se torna um desejo insaciável…

A fase “hormonal”, nas duas semanas que antecedem o período, é marcada por uma sensibilidade desmedida (!), por menos tolerância ao calor (a progesterona atrasa a sudação), inclusive sentirem-se inchadas pois a elevada concentração de estrogénio induz os rins a redistribuírem o fluxo de água.

A boa notícia nesta fase é que o estrogénio e a progesterona provocam alterações na utilização do substrato energético durante o exercício. Demonstrou-se que o estrogénio aumenta a oxidação das gorduras em detrimento dos hidratos de carbono.
Mesmo na fase “masculina” (nível reduzido de hormonas femininas), as mulheres tendem a utilizar mais gordura como energia do que os homens!! --> VANTAGEM FEMININA!

Aprendam como aproveitar este ciclo em benefício próprio:
  • Cólicas e dores na zona lombar: fase “masculina”, mais energia e tolerância à dor! Exercício pode servir de paliativo, e por isso é altura ideal para exercício de grande intensidade!
  • Sensibilidade, cansaço e inchaço: fase “hormonal”, tempo para alguma descontração, mas não deixar de treinar! Vantagem Feminina --> aumento da combustão de gorduras!
Daí a importância de pensar no programa de treino como um ciclo mensal.
Saber treinar no duro quando o organismo o permite, e permitir alguma folga quando não está para ai virado.

Carbohydrate supplementation fails to improve the sprint performance of female cyclists
ANTHONY T. JARVIS, SCOTT D. FELIX, STACY SIMS, MARGARET T. JONES, MARY ANNE COUGHLIN, and SAMUEL A. HEADLEY
Department of Exercise & Sports Studies, SpringfieldCollege, 263 Alden Street, Springfield, MA 01109

Sem comentários:

Enviar um comentário