quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Laboratório FITsalvador: Treino vs Massa Gorda

O conceito FITsalvador, cada vez mais, solidifica a sua posição como metodologia eficaz no controlo do peso e redução de massa gorda.

Este exemplo mostra claramente a eficácia do treino na redução da percentagem de massa gorda, mesmo quando o atleta leva uma alimentação errante e quase ofensiva (p.e. um big mac, em média, uma vez por semana).

Mais, para além da eficácia, é uma metodologia que apenas requer cerca de 2horas de treino por semana, repartidas em 3 treinos de +- 40minutos, libertando tempo para o que realmente é mais importante e prioritário na vida de cada um!

Esta correlação, treino vs %MG, fica evidente neste exemplo pois quando a intensidade do treino não correspondeu (>=80% FCmáx), interrompeu o padrão de descida da %MG.

Monitorização da Composição Corporal e da FCmédia de Treino:
 
Agora imaginem esta metodologia associada a uma alimentação cuidada...

Ninguém está imune a ter um mês mau, mas o desempenho nos treino é chave! Sim, a alimentação joga na mesma proporção, mas quem tem objectivos mais ambiciosos como a redução de massa gorda tem que treinar no duro!!!

Pouco, mas no duro!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

TIpF's - Treino Intenso Pré/Pós Festividade

 

Aqui vão alguns exemplos de Treino Intervalado [HIIT] retirados dos TPC’s (Treinos Para Casa).

Adoro terminar cada treino com o um intervalado, ou como é moda chamarem-se agora: FINISHERS!

Estes curtos estímulos até podem servir como um treino por si só, seja em alturas mais atarefadas, ou mesmo em tempos de festividades como o Natal.

Não se privem do Natal por causa dos objectivos!

E se para alguns os resultados tardam em aparecer, é hora de pensar em adicionar mais um treino à semana…

Se for o caso, não desperdicem tempo com qualquer treino, apostem no treino intervalado.

Dos exemplos acima, repetir cada circuito até um total de 15min/dia.

sábado, 15 de dezembro de 2012

Nutrição: Porquê adiar o tratamento do excesso de peso?

A vida trás sempre muitas surpresas, boas ou más, mas é fundamentalmente resultado das nossas opções diárias, umas boas outras nem por isso...

Sem dúvida que o lazer e a gastronomia nos motivam e trazem um gostinho especial à graça de estar vivo, pelo contrário viver obcecado com o "não pisar o risco" é muitas vezes sinónimo de fracasso... falamos de redução do peso, claro.

A nossa Nutricionista de "serviço" é uma fonte inesgotável de conselhos, não só teóricos mas também empíricos... pois com as devidas cautelas também ela não se nega a nada =P

Por Ana Margarida Ramalho, Nutricionista Equipa Saúde Pública de Beja:



"Depois de falhar um artigo em Novembro, por motivos profissionais e de lazer =), venho agora escrever-vos numa altura em que, se calhar, a maioria está a pensar que era bem melhor estar calada! =)

Mas é sobre isso mesmo, o adiar um tratamento/mudança, sim porque tratar de perder peso, é tratar uma doença, que vos venho escrever… e a primeira pergunta que faço é mesmo essa: Porque adiamos o tratamento do excesso de peso?

Depois de regressar ao trabalho tinha requisições de consulta … 90% eram senhoras, e destas, todas elas me responderam que “agora não é boa altura!”, “talvez se marcasse para Janeiro, depois das festas todas…”. A quase todas perguntei porque queriam adiar a solução de um problema, porque não haveriam de iniciar uma mudança, e sim no Natal, já que é um dos grandes testes do ano. Digo isto como desabafo: O que é o Natal? Uma festa de família, onde conversamos; nos divertimos; sim, comemos mas deveria ser com conta, peso e medida! Ou uma festa que se avalia pela quantidade de comida que há? Na minha humilde opinião, e não é de agora, acho que existe um exagero na preparação/confecção de doces e afins e até mesmo das refeições que se elaboram. O curioso é que existem sobras de doces e dos pratos principais, nada sobra. Porque se consegue fazer as refeições principais à conta ou quase, e os doces são o exagero? Não só se estraga esforços já feitos até então, como se dificultam tarefas para quem quer perder peso no próximo ano (normalmente a resolução nº 1 nos desejos) =)

Com isto, também aceito que se façam estragos na dieta. Agora, que sejam feitos entre o Natal e a Passagem de Ano (1 semana), e não entre o dia 1 de Dezembro e o dia 1 de Janeiro do ano seguinte (1 mês). O problema não é entre o Natal e a Passagem de Ano, mas sim entre esta e o Natal. =)



Embora não o comente, por vezes penso como é que muitas pessoas se deixam chegar ao ponto que chegam. O que as levará a não tomarem atitude de inverter a tendência de aumentar de peso; a não pedirem ajuda. Por muito que saibamos que a obesidade seja uma doença, também sabemos que é uma doença evitável, que se instala ao longo de anos. Não nos deitamos com peso normal, e acordamos obesos =). Tal como já o disse aqui, aumentamos de peso quando não conseguimos gastar aquilo que comemos, logo, quando há um excesso de comida (tal como acontece também nesta altura do ano, assim como durante o ano todo).  Isto para dizer que a perda de peso também não pode nem deve ser rápida.

E porque não havemos de perder 1 ou 2kg até ao Natal? Facilitamos a nossa tarefa, mesmo que adiada. Se assim acontecer, após as festas parto do mesmo peso que teria antes. Caso adie esta mudança, terei a tarefa dificultada com mais 1 a 2kg.



O que fazer? Começar pelas regras básicas da alimentação saudável que já várias vezes enumerei aqui.  Acrescento mais uma recomendação, comer em menor quantidade da que se está habituada a comer.



Tal como para a preparação/ confecção das refeições, também a elaboração dos bolos/ doces para a Ceia de Natal pode sofrer alterações saudáveis:



Substituir:

- Açúcar por casca de fruta picada (casca de pêra e/ou maçã são as mais indicadas);

- Gordura por courgette. Também já me disseram que a abóbora também resulta;



Utilizar menor quantidade de ovos inteiros:

- Nos bolos, metade da quantidade dos ovos a utilizar em ovos inteiros e o restante em claras (Ex: em 6 ovos inteiros, 3 inteiros e 3 claras);

- Em alguns doces, poderá utilizar apenas claras (mousses de chocolate, baba de camelo);



- Todos os ingredientes que se possam utilizar como magros: leite, iogurte, natas, leite condensado, chocolate (preferir o cacau);



O principal objectivo destas alterações não será o valor calórico, que também é possível, mas sim alterar o valor nutricional das iguarias.



- Evitar os desperdícios alimentares;

- A sopa também pode fazer parte da Ceia de Natal, assim como uma boa salada;

- Quem tiver como Ceia o “bacalhau com todos”, terá de certeza os hortícolas na mesa. Quem recorrer a outros pratos também pode ter estes alimentos a ornamentar o prato.



Penso que já teremos aqui algumas recomendações natalícias para que os excessos não se façam notar. Este ano também teremos a mais valia de os treinos não pararem o que ajuda a controlar excessos =)



Desejo a todos um excelente Natal e um Novo Ano com tudo a que têm direito, até mesmo às asneiras alimentares =)"

Podem acompanhar a Ana na rubrica intitulada "Vida Saudável" que passa na Rádio Pax todas as quartas-feiras pelas 10h15.  

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

BOOTCAMP Rural dia 15 Hotel Vila Galé


Vamos também mobilizar o nosso BOOTCAMP  de dia 15 para “fora de portas”: Hotel Rural Vila Galé Clube de Campo, apenas a 20km de Beja. [Clique para se Inscrever] (não é obrigatório inscrever, mas é importante para gestão do espaço destinado ao treino)


Irá ser dinamizado um treino outdoor em contexto rural, massacre em plena natureza!


E mais, a empresa Emotion Sports (responsável pela animação Turística/Desportiva) decidiu oferecer um desconto de 35% no SPA do hotel a todos os altetas FITsalvador: sauna, banho turco, jacuzzi, piscina indoor por apenas 10€. Depois de uma sova calha bem… para quem quiser claro!

Ideal para se fazerem acompanhar pelas vossas crianças e familiares!



Estamos sujeitos às intempéries… e por isso, em caso de chuva, temos esta alternativa fantástica ---> http://www.FITsalvador.com/2012/12/open-day-15-dezembro-corpus-health-club.html

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Os Mitos do Tabaco


Fumar é um vício que provoca sérios danos à saúde em geral dos consumidores (activos) e não - consumidores (passivos) de tabaco, e é um factor de risco para quase todas as doenças. 

-------
Quem parece não conseguir abolir esse vício da sua vida são os portugueses com estilos de vida sedentários e, em oposição, os desportistas e atletas que continuam a ser apanhados com o cigarro na boca antes das competições.
Desporto é símbolo de saúde e longevidade, logo um desportista fumador é uma contradição.

Neste artigo desfazemos alguns mitos associados ao tabaco e esperemos que ajudem a cortar com o vício de uma vez por todas!

FUMAR EMAGRECE?

NÃO! O rumor de que o tabaco emagrece surgiu há muitos anos e é uma das principais causas que leva as pessoas a iniciar o consumo.
No entanto, não é o puro consumo de tabaco que provoca a perde de peso dos fumadores. O que acontece é que as pessoas fumam regularmente quando têm fome ou quando sentem aquele "bichinho" no estômago, de forma a saciar essa necessidade com a nicotina. E, de facto, vários estudos comprovam que a nicotina actua na regulação do apetite, suprimindo-o ou mascarando-o, o que gera, consequentemente, uma redução no consumo calórico. Esta substância prejudicial à saúde também é conhecida por aumentar a eficiência metabólica do organismo durante 30 minutos, após a ingestão de apenas um cigarro. Por todos estes motivos, observamos que a grande maioria dos fumadores sacia a sua fome através do puro prazer de fumar um cigarrinho acompanhado por um café. E é esta forma de mascarar a fome, adotada propositadamente pela grande maioria das mulheres, que faz com que as pessoas percam ou mantenham um peso "saudável", enquanto consomem tabaco.

DEIXAR DE FUMAR ENGORDA?

NÃO! O processo é um pouco mais complexo que isso. Após a cessação tabágica, o corpo do ex - fumador sofre um choque metabólico resultante da privação da nicotina. Ou seja, o estímulo saciante que colmatava a fome deixa de existir e, os fumadores, que por si só já se preocupam menos com a sua saúde e alimentação do que os não . fumadores, esquecem -se de ajustar os seus hábitos alimentares à nova realidade. Como tal, continuam a comer sem cuidado e mais vezes ao dia, de forma a compensar a gula que era, anteriormente, suprimida através do consumo do tabaco. Aliado a esses factores, existe também o problema de peso dissimulado que, na ausência da nicotina, acaba por revela a flacidez do corpo, até agora mascarada pela aceleração do metabolismo, que acaba por voltar ao normal. Mas tudo isto acontece apenas devido  ao desconhecimento das pessoas sobre o que devem fazer após cessar o tabaco. Alterando os seus hábitos alimentares e iniciando uma prática regular de exercício físico, estes efeitos podem rapidamente ser estabilizados. De salientar que há casos de muitos ex - fumadores que não detonaram qualquer aumento de peso após deixarem de fumar, exactamente porque se começaram a ajustar a esse novo estilo de vida assim que tomaram a decisão.

FUMAR AUMENTA O RENDIMENTO DESPORTIVO?

Não, muito pelo contrário! O tabaco prejudica a oxigenação dos pulmões e reduz a quantidade de ar absorvido, o que faz com que a pessoa tenha de respirar mais vezes. Consequentemente, a sua capacidade física diminui e, com o passar do tempo, o pulmão do desportista vai perdendo elasticidade e experienciando, cada vez mais frequentemente, sensações de falta de ar. Uma fadiga que se detona durante o exercício e após o treino. Adicionalmente, a nicotina aumenta os batimentos cardíacos, logo, o coração do desportista é obrigado a trabalhar mais, cansando-se mais rapidamente e aumentando substancialmente o risco de acidentes, cardiovasculares. Como tal, correm mais devagar e muito menos do que um não fumador.

O CONSUMO DE TABACO PREJUDICA O DESENVOLVIMENTO DOS MÚSCULOS?

SIM! Ganhar massa muscular, por si só, já é uma tarefa difícil  E se a tal objectivo juntarmos o consumo de tabaco, devido à flacidez que a nicotina potencia no corpo, o desportista está apenas a adicionar mais um obstáculo na sua jornada. Aos poucos, o cigarro consegue destruir um treino e, consequentemente, o corpo do desportista. Fumar diminui a capacidade aeróbia, devido a danos irreversíveis no sistema respiratório; o que significa que o treino ou actividade aeróbia podem não ter a mesma intensidade do que o de um treino de uma pessoa que não fuma teria. Como tal, aquela última repetição com o máximo de carga, ou aqueles 20 minutos extra de treino, serão extremamente prejudicados pelo fumo. Adicionalmente, fumar diminui significativamente a disponibilidade de oxigénio para os músculos durante o exercício pois faz com que o desportista abasteça o seu monóxido de carbono em vez de oxigénio. E esta queda de ar fundamental provoca uma diminuição da força e performance, como também a nível cardiovascular e prejudica o processo de hipertrofia (aumento de massa muscular). 

É POSSÍVEL DEIXAR DE FUMAR APENAS COM O EXERCÍCIO FÍSICO?

SIM! A prática regular de exercício físico é um dos métodos mais eficazes de combate aos sintomas de abstinência, a principal causa de recaídas dos ex - fumadores! No entanto, é preciso que a pessoa tenha mesmo muita força de vontade interior para que o consiga, não há fórmulas milagrosas. Os especialista aconselham a que o ex - fumador seja sempre acompanhado de perto de um profissional especializado e que, para haver sucesso definitivo, o ajuste do estilo de vida seja indiciado antes da decisão de deixar de fumar e sempre aliado a uma terapia de cessação tabágica.

in Sport Life

1º Jantar FITsalvador

Sem palavras...

Muito obrigado aos mais de 100 atletas que abrilhantaram a noite cheia de boa disposição, divinamente servida pelo catering do Serve-Bem!

Muito obrigado ao artista de serviço: Tiago Bento. (3horas de repertório... sem cábulas)

Muito obrigado à disponibilidade fantástica da gerência do clube de sargentos na pessoa do José Carlos, que providenciaram tudo ao pormenor sem qualquer hesitação!


Loucura!

sábado, 1 de dezembro de 2012

Treinos Para Casa [TPCs] #4 - Dezembro

Aqui vai o resumo do TPC do mês de Dezembro!

Aceda ao treino completo em alta definição no Kanal Meo 
Canal nº 642236 – Laboratório FITsalvador no MEO Kanall 
Acompanhe em DIRECTO o nossos treinos [Live Workout]
Se pretender adquirir os 2 DVDs com os 10 treinos completos preencha o formulário.

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

KETTCLUB com nova aposta: www.kettclub.com

A equipa do Alentejo Kettlebell Club (aka Kettclub) tem nova aposta após o sucesso da página no facebook: http://www.facebook.com/kettClube

O lançamento do site www.kettclub.com permite uma melhor precepção da riqueza e inovação que estes senhores (apesar de serem à razão de um para duas hehe) trouxeram à cidade e para os seus associados, mais concretamente na projecção do Treino Funcional

Dê uma vista de olhos ao invejável espaço e materiais disponíveis para o treino, tipos de treino, eventos, Coach's, e Gabinete de Avaliação.

Parabéns Equipa.

 

domingo, 25 de novembro de 2012

Natal Light... será mesmo necessário?

Nesta altura do ano, Natal, aparecem imensos conselhos sobre como evitar os “exageros” da alimentação.
Controlar as “porções”, o “light”, e disciplina nos aperitivos, perus, e sobremesas…

Mas porque razão devemos nós ser tão restritivos? Afinal o Natal é uma vez por ano!
Porque não comer aquilo que queremos?

Um dia de festa por ano não vai fazer mossa nos resultados que desejam alcançar com os vossos programas de treino, desde que uma festa desta dimensão seja uma rara ocasião.

Ainda assim, mesmo que decidam celebrar todas as festividades do ano seriam umas 5 ou 6… o que dá uma festa a cada 2 meses… Nada que interfira na vossa condição ou morfologia física.

Em termos calóricos, a recomendada “asneira” semanal estará abaixo de uma festividade como o Natal, mas as evidências científica sugerem que os excessos OCASIONAIS têm efeitos surpreendentes no aumento na taxa metabólica através da hormona leptina. (Como perder 500g de gordura num dia?)

O mais importante é que não há necessidade de sermos restritivos nestas festividades quando estas acontecem um par de vezes ao longo do ano. Antes, certifiquem-se que no dia a seguir voltam à disciplina alimentar.

Sem medo, comam o que queiram… e adicionem um novo hábito às vossas festividades: um Treino Intenso pós-Festividade! – TIpF’s

O treino intenso pós festividade irá permitir a utilização do glicogénio saturado acumulado nas células musculares, para além da diminuição do sentimento de “culpa” e consequente sensação de bem-estar (wellness).

Desfrutem do Natal! E se o fizerem nas devidas condições, até podem beneficiar da festa exponenciando o metabolismo (através da respostada Leptina) e também vivenciarem o conceito wellness através do TIpF.

Festejem no DURO! Treinem no DURO!