quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Nutrição: Recomendações Natalícias

E porque o Natal deve ser vivido de dentro para fora na medida em que estas festividades (deviam) suscitar aquilo de melhor temos para dar, e de FORA para dentro sem qualquer tipo de remorsos já que a gastronomia é um importante factor de confraternização, fiquem com as sugestões da nossa Nutricionista de serviço:

"Porque entendo que se pode "pecar" no Natal, o melhor é perder uns quilinhos antes ou até manter para quem não precisa de perder peso. Aqui deixo alguns conselhos a seguir até à noite da consoada…

As festas são para aproveitar… se tivermos uma alimentação saudável ao longo do ano, é-nos permitido pisar o risco nestas alturas.
Por isso não vale a pena ter peso de consciência nesta altura. O problema é que o natal começa muito cedo. Almoços e jantares de natal começam no inicio do mês quando o natal é só a noite de 24 e o almoço de 25.

5 DICAS PARA UMA CEIA DE NATAL MAIS SAUDÁVEL

E porque em tempo de crise, mesmo em épocas de festa há que poupar. Aproveitem este mote para poupar nos excessos que se cometem no Natal, nomeadamente na quantidade de doces que se preparam.

- Evite desperdícios! Evitando assim, que durante a semana continue a comer sobras.
- Procure confeccionar em casa a grande maioria dos pratos/doces da sua Ceia;
- Faça uma lista dos pratos/doces que vai confeccionar com a respectiva lista de ingredientes. Assim poderá comprar apenas aquilo que necessita e não outros alimentos que poderá dispensar. Para isso, pode comprar os ingredientes a granel;
- Faça as compras com antecedência para poder escolher calmamente os alimentos e aproveitar as promoções de Natal;
- Consulte os rótulos das embalagens e paralelamente compare preços entre produtos idênticos para escolher os alimentos mais saudáveis e mais económicos;
- Confeccione as quantidades estritamente necessárias para a Ceia de Natal e para o almoço de 25 de Dezembro;


RECOMENDAÇÕES NATALICIAS

- Uma Ceia de Natal mais saudável pode igualmente ser composta por pratos tradicionais e com o mesmo aspecto…
- No entanto, devemos ter em conta as receitas originais e fazer pequenas alterações, sem as desvirtuar.
- Assim, podemos reduzir/substituir alguns ingredientes e/ou ajustar os métodos culinários, com o objectivo de melhorar a composição nutricional da receita.


PARA A CONFECÇÃO DOS PRATOS

- Os pratos que constituem a ceia de natal e para quem mantém a tradição, não constituem grande problema a nível nutricional;

- Em relação aos doces podem ser feitas algumas alterações:
          - Reduzir no açúcar;
          - Eliminar a gordura, substituindo por nozes ou amêndoas bem picadas.
          - Reduzir ou eliminar o número de ovos inteiros;
          - Utilizar ingredientes magros (leite, iogurtes, natas, leite condensado, chocolate); 
          - Para os bolos da Ceia, aproveite cascas de maçã e de pêra para poder incrementar a fibra nestes alimentos, e reduzir ao açúcar de adição;
          - Consumir os doces logo a seguir às refeições;
           
Espero que estes conselhos vos sirvam não só para poupar na carteira, mas também nos quilogramas que possam ganhar."
Estas e outras dicas podem ser acompanhadas na rubrica intitulada "Vida Saudável" que passa na Rádio Pax todas as quartas-feiras pelas 10h15

Sem comentários:

Publicar um comentário