sexta-feira, 11 de outubro de 2019

FIT PERFORMANCE


Avaliação Funcional – Single-Leg Squat 




Os testes de avaliação funcional surgem na sequência da necessidade de perceber o racional das lesões não traumáticas, dores ou qualquer outra disfunção de natureza músculo-esquelética.

Dito isto, é importante identificar as assimetrias musculares, o défice de força muscular, limitação da mobilidade e défice no controlo motor.

Classificar o seu nível de risco, entender a origem do problema, e aplicar uma estratégia específica e direccionada à resolução do mesmo.

--> Desenvolvimento das Qualidades Físicas
--> Treino Qualificado e Monitorizado



Contacta-nos!



Micheal A. Clark, B. G. (2010). NASM Essentials os Sports Performance Training.

Mil-Homens, P., Correia, P. P., & Mondança, G. V. (2015). Treino da Força: Princípios Biológicos e Métodos de Treino. Volume 1. Lisboa: Faculdade Motricidade Humana.


quinta-feira, 18 de julho de 2019

FIT Lab - Testemunho Sónia Romba


"No dia 28 de setembro de 2018, tomei a decisão de voltar a treinar no FITSalvador, já tinha treinado no FITSalvador há alguns anos atrás, mas quando chegava a casa o meu filho mais novo tinha estado o tempo todo a chorar e a pedir a mãe, acabei por desistir.

Durante o ano de 2018 tive uma amiga a pedir-me para ir treinar com ela e um dia decidi que ia voltar. É claro que ela não acreditou! Lembro-me do 1ºtreino de não conseguir subir escadas, passar o fim de semana cheia de dores e a dizer que não voltava, mas decidi voltar apesar das dores e até hoje não consegui parar.

Desta vez foi diferente porque nunca se tratou de perder peso. Percebi que durante os treinos enfrento todos os meus medos, tudo o que não posso mudar, tudo o que me levou a ter uma depressão na adolescência.

Quem sofre de depressão sabe que o caminho mais fácil é desistir e ficar em casa, mas neste momento eu escolho o caminho mais difícil, o que me tira da minha zona de conforto, o que me faz sorrir em vez de chorar.

Os 45 minutos que passo a treinar são o meu “aqui e agora”, o meu momento, a minha terapia.
Na verdade, é que ainda oiço “Eu não vou conseguir”, mas no final de cada treino penso “para a próxima vai ser melhor”.

É esse o meu objetivo SUPERAR-ME EM TODOS OS TREINOS.

Já se passaram mais de 9 meses perdi cerca de 20 quilos, 11% de massa gorda.

Surpreendo-me todos os dias a nível físico, mas principalmente mental. Aprendi a pedir ajuda quando preciso, a tratar-me melhor e a ter hábitos mais saudáveis.

Tenho de agradecer a Isabel Miranda que não desistiu de mim, aos colegas, mas principalmente aos treinadores (eu sei que há dias que troco tudo). Sem vocês nada disto seria possível."


Sónia Romba